Bebidas no casamento: como escolher e calcular a quantidade adequada?

Bebidas no casamento: como escolher e calcular a quantidade adequada?

Bebidas no casamento: como escolher e calcular a quantidade adequada?

Definir as bebidas no casamento é uma etapa fundamental na hora de planejar a festa e a recepção. Afinal, estamos falando de uma conta que se não for bem-feita poderá provocar prejuízos e superar o orçamento previsto.

Além disso, há uma série de fatores que precisa ser considerada para que tudo corra bem, a exemplo do perfil dos convidados, o horário da festa, o momento em que a bebida será servida e até mesmo a estação do ano.

Se você quer saber como se planejar para não errar no momento de fazer as contas para bebidas no casamento confira os próximos parágrafos. Listamos algumas dicas simples que poderão ser muito úteis nessa tarefa! Boa leitura!

Pontos importantes na hora da escolha

O primeiro passo para evitar possíveis erros com as bebidas no casamento é definir o perfil dos convidados e que tipo de cardápio será oferecido a eles. Por exemplo, pode acontecer que por motivos religiosos ou pessoais os noivos optem por deixar de fora as bebidas alcoólicas.

O estilo da festa também é um fator que pode influenciar na questão das bebidas. Primeiro, o tipo de bebida que vamos escolher tem relação direta com o horário da festa, o local e a época do ano. Segundo, dependendo do caso, o consumo de algumas bebidas aumenta enquanto o de outras diminui.

Depois de passar por essas etapas ainda temos mais um desafio pela frente: acertar a quantidade. Ter uma noção aproximada daquilo que realmente será necessário é essencial para que não surja aperto na hora de pagar a conta.

Cálculo da quantidade ideal de bebidas

Fazer o cálculo da quantidade de bebidas no casamento é uma tarefa que requer muita atenção e um pouco de paciência.

Quando for colocar tudo na ponta do lápis, você precisará retornar aos pontos que abordamos anteriormente:

  • estilo do casamento;
  • a quantidade e o perfil das pessoas que serão servidas;
  • a duração do evento.

Uma linha prática utilizada com poucas alterações por empresas organizadoras de festas é a seguinte:

  • champanhe ou espumante: para cada três convidados uma garrafa;
  • vinho tinto, whisky e vodka: para cada dez convidados uma garrafa;
  • cerveja: para cada convidado 1,5 latinha;
  • refrigerante: para cada convidado uma garrafa;
  • água: 1,5 garrafa para cada convidado;
  • energético: para cada três convidados uma lata.

Ainda assim, vale a pena ter atenção. Por exemplo, a quantidade de vinho será maior ou menor de acordo a maneira escolhida para ser servido — sempre com outras bebidas, apenas na recepção ou somente no jantar.

Avaliação da consignação

Muitas pessoas têm receio de falharem na hora de fazer o cálculo para as bebidas no casamento e optam por recorrer a consignação. Nesse tipo de contrato, uma empresa especializada fica responsável por oferecer as bebidas e geralmente em quantidade superior à calculada inicialmente.

O diferencial é que você pagará apenas aquilo que for consumido e o que sobrar poderá ser devolvido. Claro, tudo precisa estar discriminado em contrato para que você não tenha problemas depois.

Gostou de nossas dicas sobre como definir a quantidade de bebidas no casamento? Aproveite e compartilhe esse artigo com seus amigos em suas redes sociais!

Simulação de Consórcio
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Ler próximos artigos

Consórcio