Taxa de administração consórcio

Vamos deixar claro o que é taxa de administração consórcio, por que ela faz parte do consórcio, as diferenças em relação ao juros e como essa taxa costuma ser calculada.

Quando falamos sobre investir em um bem de alto valor, muitas pessoas consideram o consórcio para conquistar o carro, casa ou serviço que tanto procura.

E aí é possível se deparar com o seguinte dilema: tudo bem, não é preciso pagar juros ou dar entrada. Porém, existe o valor que deve ser pago, que é a taxa de administração consórcio. Isso não é a mesma coisa que pagar juros?

O que é taxa de administração consórcio

A taxa de administração do consórcio nada mais é que uma maneira de remunerar a empresa de consórcio pelo serviço que ela realiza.

As administradoras cobram este serviço porque se responsabilizam por diversas etapas que envolvem o consórcio, como:

  • Criação dos grupos de consórcio: a partir do momento que você se torna um consorciado, a administradora identifica o perfil e o encaixa em um dos grupos formados. Normalmente, esses grupos são compostos por pessoas que serão contemplados com bens e cartas de crédito parecidos com o seu.

  • Definição das formas de pagamento: o consórcio é a maneira mais prática de investir em um bem a longo prazo. Ao permitir que o consorciado defina o valor da carta e a quantidade de mensalidades, a administradora fica responsável por integrá-lo em um grupo que se manterá comprometido em pagar as mensalidades.

  • Entrega da carta de crédito: a administradora toma todo o cuidado possível para que a inadimplência não afete o bom funcionamento dos grupos. Por esse motivo, só pode participar dos sorteios mensais quem paga corretamente as mensalidades.

  • Contemplações por lance: o lance é uma forma de contemplação. Quem é contemplado, consegue abater as últimas parcelas com o valor pago.

  • Funcionamento dos sorteios: os sorteios são a principal maneira de contemplação pelo consórcio. É dever da administradora cuidar para que todos os consorciados sejam contemplados enquanto realizam o pagamento das mensalidades.

Fora isso, as administradoras são responsáveis pela comunicação, pela checagem das documentações no momento da contemplação e pela transferência da carta de crédito.

É por conta da execução de todos esses serviços que as empresas de consórcio cobram taxas de administração, para que possam ser remuneradas e continuem realizando todo o trabalho que vai da contratação à contemplação da carta de crédito.

Por que taxa de administração do consórcio é diferente de juros

Todas as pessoas que já procuraram um banco para realizar algum tipo de financiamento, e se dispôs a calcular o valor a prazo do bem, com certeza se surpreenderam com a diferença do valor final.

O valor a prazo no financiamento acaba sendo bem maior que o valor que se pagaria à vista. Como o consumidor busca parcelar o bem, precisa pagar os juros por essa transação.

Você paga juros no banco porque, diferentemente do consórcio, o financiamento é realizado por meio de uma estratégia diferente.

No financiamento, o banco quita o valor do carro ou casa que você deseja comprar. E, para obter lucro com a negociação, faz a cobrança de juros nas parcelas.

Esses juros levam em consideração a taxa Selic e as condições do banco para conceder crédito. Geralmente, trata-se de juros compostos, em outras palavras, juros sobre juros. Por isso, quanto maior é a quantidade de parcelas devidas ao banco, maior é o percentual de juros que você deverá pagar.

Quando vamos para a taxa de administração consórcio, vemos que é bem diferente. Antes mesmo de fechar o contrato de consórcio, você já tem uma ideia de quanto pagará por mês de taxa de administração consórcio.

Ou seja, trata-se de um valor prefixado, já atrelado ao valor do bem. Você não pagará um valor de juros sobre a taxa, porque o consórcio não tem juros.

Para garantir que os bens sejam devidamente entregues, a administradora também cobra fundo de reserva. Esse fundo, com percentual abaixo de 5% do total da carta, garante que a possível inadimplência de algum integrante do grupo não comprometa a entrega do bem.

Além do mais, a administradora faz reajuste anual das parcelas de acordo com índices como IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) e INCC (Índice Nacional de Custo de Construção ao Mercado). Esses reajustes permitem que tanto a administradora quanto o consumidor invista no bem de acordo com sua indexação aos impostos federais.

Consórcio: melhor opção de investimento

Como já mencionado, o consórcio é a melhor forma de parcelar seu investimento em um bem porque não exige valor de entrada e não realiza cobranças de juros.

A taxa de administração consórcio é a forma de remunerar as empresas de consórcio por facilitar o fechamento de contrato, os sorteios mensais e a entrega das cartas de crédito.

Para entender como ela influencia no cálculo do bem que você tanto deseja investir, é possível conferir o valor dessa taxa no momento da simulação do consórcio.

Faça sua simulação com a Embracon agora mesmo e confira os benefícios!

Cabe mais sonhos na sua lista de realizações?
Conheça mais

Consórcio de Carros

Seu parceiro de estrada tá te esperando.

Consórcio de Imóveis

Um lugar pra chamar de seu sem juros, sem sustos e sem entrada a um clique.

Consórcio de Motocicletas

Acelere com a Embracon.

Consórcio de Pesados

Empreenda e amplie o faturamento do seu negócio com condições exclusivas.

Consórcio de Serviços

Realize o sonho que te chama.

Faça uma simulação de consórcio

Com a Embracon, seus sonhos não envelhecem.

Simule seu consórcio
chat Eva