Consórcio residencial

O consórcio residencial é uma excelente opção de crédito pensada para as pessoas que desejam comprar um imóvel com parcelas fixas e baixa burocracia. Por esse motivo, é importante compreender como funciona um consórcio residencial, pois será um passo importante a ser seguido para você que possui a intenção de simplificar a realização do sonho da casa própria, ou busca investir na ampliação do próprio patrimônio.

Neste artigo, trazemos todas as informações que te ajudarão a aproveitar ainda mais os benefícios dessa modalidade de aquisição de bens.

Como funciona um consórcio residencial?

O conceito de consórcio foi criado no Brasil, na década de 60, para quem quisesse comprar um automóvel, tornando-se uma alternativa interessante devido às limitações dos empréstimos e financiamentos oferecidos pelos bancos.

Tudo começou com um sistema em que cada uma das pessoas envolvidas pagavam uma quantia pré-estabelecida, tendo em mãos uma espécie de autofinanciamento para que todos pudessem adquirir seu próprio carro.

Com o passar dos anos, o modelo de consórcio evoluiu e passou a ser utilizado na compra de diversos tipos de bens e serviços, incluindo imóveis. Contudo, o conceito permanece o mesmo: as administradoras autorizadas de consórcio reúnem pessoas com um interesse em comum.

Para essas pessoas são oferecidos diversos planos, com parcelas, prazos para pagamento e valor da carta de crédito diferentes. É possível escolher o que se encaixa melhor, tanto em relação às necessidades quanto em seu planejamento financeiro, para a contratação da sua cota de consórcio.

Depois que a primeira parte está concluída, é necessário realizar os pagamentos mensais do valor estipulado até ser contemplado. Todo valor arrecadado no fundo comum do grupo é usado para realizar as contemplações dos integrantes.

A contemplação acontece quando o consorciado é contemplado e pode retirar a carta de crédito, e pode acontecer de duas maneiras: por sorteio ou lance. O sorteio é muito simples: todas as pessoas concorrem em igualdade e contam com a sorte. A opção de lance é uma forma de aumentar as chances de contemplação, uma vez que o consorciado oferece um valor, estipulado pelo grupo no contrato de adesão, para adiantar as parcelas do consórcio.

O que é a carta de crédito?

No momento que sua cota é contemplada, você passa a ter acesso à sua carta de crédito, correspondente ao valor do consórcio contratado. Com a carta de crédito em mãos é possível adquirir o bem desejado.

O maior benefício da carta de crédito é que ela equivale a um pagamento à vista, em outras palavras, você possui as mesmas vantagens de negociação que uma pessoa que está com o dinheiro em mãos. Dessa forma, é possível conseguir uma excelente proposta com o vendedor daquela casa ou apartamento que você tanto sonha!

Além disso, o modelo é bem flexível. Ao fazer o consórcio residencial, a carta de crédito também poderá ser usada para a aquisição de casa, apartamento, sala comercial, terreno, bem como imóveis na planta. Resumindo, opções não faltam para você decidir a melhor alternativa conforme sua necessidade.

Quais são os custos do consórcio residencial?

Outra grande vantagem ao fazer um consórcio residencial é que não existe a necessidade de arcar com os juros que, normalmente, são cobrados em outros modelos de aquisição parcelada. Será necessário contribuir apenas com algumas taxas, que são bem mais acessíveis e não comprometem o seu orçamento. As parcelas do consórcio residencial podem ser pagas em até 240 meses.

São elas:

Fundo Comum do consórcio residencial

O Fundo Comum (FC) é, basicamente, o valor total que deve ser recolhido mensalmente para que as cartas de crédito sejam sorteadas e distribuídas. O cálculo é muito simples: divide-se o valor total do bem ou serviço a ser adquirido pelo número de meses de duração da carta de crédito.

Taxa de Administração

A Taxa de Administração (TA) é cobrada pela administradora do consórcio para gerenciar o grupo de consorciados. O valor determinado varia de acordo com cada administradora e será incluído em cada parcela, calculado a partir da divisão da taxa total pelo prazo de duração do consórcio contratado. 

Fundo de Reserva

O Fundo de Reserva (FR), como o próprio nome sugere, corresponde a um capital para ser utilizado em situações emergenciais e é calculado com base no valor total do bem.

Seguro

Uma outra maneira de garantir que um grupo de consorciados seja capaz de honrar as cartas de crédito é incluir um seguro para sua cota.

No entanto, o seguro não é item obrigatório para compra de toda e qualquer cota.

O valor só será cobrado se estiver estipulado por contrato e você concordar com isso. Ou seja, você será previamente comunicado.

Como fazer um consórcio residencial?

Para fazer a adesão ao consórcio é muito fácil. A primeira coisa a se fazer é procurar por uma administradora de sua confiança e analisar as opções de planos disponíveis.

É importante já ter uma base de valores do bem que você deseja adquirir, o preço disposto a pagar em parcela que seja o mais adequado às suas finanças e o prazo de pagamento das mesmas. Só assim você conseguirá escolher a melhor opção para conquistar seu objetivo.

Assim que o plano estiver bem desenhado, será preciso assinar o contrato de adesão para consolidar a aquisição da cota. A documentação necessária é básica, sendo solicitado apenas a apresentação de RG, CPF e comprovante de endereço. Esses documentos serão usados para a verificação do seu nome e da sua situação fiscal, facilitando a parte da análise de crédito..

O que levar em conta ao escolher uma administradora?

O consórcio já é considerado, há anos, um investimento seguro e que traz um retorno garantido ao investidor. Entretanto, para que estes ideais se cumpram, é preciso fazer a escolha correta da administradora.

A primeira coisa que deve ser analisada é se a empresa está devidamente registrada no Banco Central. Essa é considerada uma condição indispensável e prova que atua legalmente no mercado de consórcios. A pesquisa pode ser realizada com facilidade pelo site da instituição.

Após a certificação de que a empresa está autorizada, é necessário avaliar o nível de transparência que a administradora apresenta. Essa avaliação deve ser feita considerando a clareza que a empresa passa as informações sobre custos, formas de reajustes de parcelas, sorteios, lances e contemplação, entre outros pontos contratuais.

Analisar a credibilidade da administradora no mercado também é um fator essencial que deve ser seguido. Por isso, é conveniente pesquisar na internet as opiniões de clientes da empresa e a posição na qual ela se encontra no ranking de reclamações do Banco Central. Assim como, deve ser considerada a qualidade do atendimento oferecido aos clientes, pois quanto mais satisfatório for o atendimento, melhor.

A Embracon é uma empresa baseada no compromisso com os clientes, já reconhecida no mercado há mais de 30 anos, e especialista no ramo de consórcios no Brasil, sendo a melhor opção para quem deseja fazer um consórcio residencial.

Agora que você já sabe como funciona um consórcio residencial, o que acha de fazer uma simulação em nosso site? Estamos totalmente preparados para passar todas as informações e tirar todas as suas dúvidas.


Cabe mais sonhos na sua lista de realizações?
Conheça mais

Consórcio de Carros

Seu parceiro de estrada tá te esperando.

Consórcio de Imóveis

Um lugar pra chamar de seu sem juros, sem sustos e sem entrada a um clique.

Consórcio de Motocicletas

Acelere com a Embracon.

Consórcio de Pesados

Empreenda e amplie o faturamento do seu negócio com condições exclusivas.

Consórcio de Serviços

Realize o sonho que te chama.

Faça uma simulação de consórcio

Com a Embracon, seus sonhos não envelhecem.

Simule seu consórcio
chat Eva