O que é a Taxa Selic?

O que é a Taxa Selic?

Termo bastante comum no noticiário de economia, a Taxa Selic é justamente a taxa de juros básica da economia brasileira. Ela foi criada em 1979 para controlar a inflação e é revista pelo Banco Central (Bacen) a cada 45 dias, com o objetivo de trazer estabilidade à economia brasileira como um todo.

O principal objetivo da Taxa Selic é regularizar as demais taxas de juros do sistema financeiro, ou seja, sua alteração influencia nos valores cobrados em empréstimos, financiamentos, aplicações financeiras e até mesmo nos valores de taxa de administração do consórcio.

O que significa Taxa Selic?

Taxa Selic vem da sigla Sistema Especial de Liquidação e de Custódia e ajuda o Bacen a controlar as transações dos títulos públicos federais.

Dependendo de seu percentual, significa que pode aumentar ou diminuir o custo de captação dos bancos.

Como tudo depende de transações financeiras, a Taxa Selic é determinante para saber o quanto os consumidores podem pagar por taxas ou juros em serviços financeiros.

Como a Taxa Selic influencia o consórcio

O Bacen controla a Taxa Selic de acordo com o andamento da economia brasileira. Quando o Copom (Comitê de Política Monetária) decide aumentar o percentual da Taxa Selic, o objetivo é desacelerar a economia, ou seja, frear o consumo das pessoas, para que a inflação não aumente.

Ao diminuir o percentual da Taxa Selic, o Bacen opta por estimular a economia, fazendo com que mais pessoas comprem e adquiram produtos e empréstimos. Porém, o Bacen só diminui a Taxa Selic quando percebe que a inflação não é mais um risco.

Mas, o que isso tem a ver com consórcio?

Bem, por mais que o consórcio não pratique juros, o valor do crédito é reajustado com base em índices econômicos que são influenciados pela Selic.

Em dezembro de 2019, a Taxa Selic caiu para 4,5% ao ano, ou seja, um valor considerado pequeno. Para o consumidor, isso é uma boa notícia. Significa que pode pegar empréstimos no banco com menor valor de juros e, no caso do consórcio, o reajuste anual do valor do crédito será menor, pois os índices de correção são influenciados pela Selic.

IPCA e Taxa Selic

O valor da taxa Selic impacta no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) gera a correção das mensalidades de consórcio de automóveis, motocicletas e serviços e INCC no imóvel.

Embora o IPCA seja medido mensalmente pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), seu percentual é afetado pela definição da Taxa Selic. Por exemplo, se há pouca demanda por compra, muito provavelmente o Bacen aumentará a taxa para aquecer a economia. Assim, o IPCA pode acabar aumentando em um prazo mais amplo, fazendo com que o consórcio também seja impactado.

Por isso, até mesmo na hora de ofertar consórcio, é preciso ficar de olho na taxa de juros básica da economia brasileira e aproveitar para utilizar o argumento de que o reajuste anual da parcela será menor em função do valor da taxa Selic.

chat Eva