O que você precisa saber sobre a carta de crédito de consórcios

O que você precisa saber sobre a carta de crédito de consórcios

O que você precisa saber sobre a carta de crédito de consórcios

A carta de crédito do consórcio é o principal objetivo a ser alcançado por quem adere a essa modalidade de compra. Além de ser uma ótima maneira de juntar dinheiro e se organizar financeiramente, é possível adquirir um bem ou serviço por um valor livre dos altos juros do financiamento.

Contribuindo mensalmente, cedo ou tarde os consorciados serão contemplados. E, no momento certo, receberão a carta de crédito — seja por lance, seja por sorteio.

Este artigo foi elaborado para apresentar os principais pontos em relação à carta de crédito. Se você está em busca de um investimento sólido e seguro, continue a leitura!

O que é um consórcio?

Antes de saber sobre a carta de crédito do consórcio, é importante esclarecer que o que é essa modalidade de compra. Por meio do autofinanciamento, um grupo de pessoas se une com um propósito em comum: a aquisição de um bem ou serviço.Esses bens podem ser:

  • carros;
  • motos;
  • caminhões;
  • casas;
  • apartamentos.

Já na categoria dos serviços, é possível adquirir planos para:

No Brasil, esse tipo de sistema financeiro só pode ser utilizado por quem já tenha completado a maioridade. A grande vantagem é que, na contramão dos financiamentos, as taxas de juros aqui são inexistentes.

Quais são os benefícios do consórcio?

Muitas pessoas entram em um consórcio apenas por investimento, pois essa modalidade apresenta alguns benefícios bastante atraentes, como:

  • a possibilidade de escolher um valor de parcela que realmente caiba no bolso;
  • reajustes anuais acompanhados pela tabela IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor);
  • ausência de juros.

Para parte dos consorciados, o consórcio também funciona como uma “poupança forçada”.

O que é a carta de crédito do consórcio?

A carta de crédito é, basicamente, o fruto do consórcio, sendo repassada ao consorciado quando ocorre a sua contemplação. É mediante esse documento que você recebe integralmente o valor para a aquisição do bem ou do serviço que você deseja obter.

Pensando de maneira prática, tente ver a carta de crédito como se fosse um vale-compra. Ao ser sorteado, você a receberá e estará livre para usá-la do jeito que bem entender, desde que respeite a natureza do bem — ou seja, você não poderá comprar um automóvel se o contrato foi feito para a compra de um imóvel, por exemplo.

Se a intenção do consórcio não for a compra de um bem e você preferir receber o valor da carta de crédito, é possível resgatá-la em dinheiro — desde que tudo esteja de acordo com as regras estabelecidas na contratação.

Para ilustrar, imagine a seguinte situação: em um consórcio de um automóvel no valor de R$ 50 mil, com duração de 5 anos (60 meses), o consorciado é contemplado no décimo mês. Os pagamentos das 10 mensalidades referentes ao período foram feitos em dia, o que significa que ele está apto a receber a carta de crédito no valor de R$ 50 mil para a obtenção do seu carro.

Dessa forma, a administradora do consórcio deverá repassar o dinheiro à concessionária ou ao atual dono do automóvel, que fará a transferência do bem. No entanto, caso o acordo permita, é possível receber o valor em dinheiro.

Se o contemplado quiser utilizar o valor como entrada em um imóvel, não é possível que a administradora faça essa transferência diretamente para a construtora ou imobiliária responsável pela transação.

Quais são as vantagens da carta de crédito?

A carta de crédito só pode ser usada pelo solicitante, o que gera mais segurança à operação e controle sobre o valor recebido. Além disso, o uso não é considerado uma transferência bancária, portanto, não há incidências de taxas ou impostos. Isso significa que o poder de compra é assegurado pelo valor contratado.

Como a carta de crédito pode ser utilizada para fazer um pagamento à vista, isso facilita as negociações entre o contemplado a pessoa física ou jurídica que está comercializando o bem ou o serviço desejado.Além de se livrar de altas taxas, ainda é possível ganhar descontos na hora de adquirir o produto. Ou utilizar o dinheiro que restou para quitar algumas parcelas.

simule-um-consórcio-para-reforma

Como usar a carta de crédito do consórcio?

Após ter sido contemplado, você poderá usá-la para adquirir o seu bem. Simples assim.

Tenha em mente que esse tipo de documento representa um poder aquisitivo. Contudo, a sua finalidade é definida, isto é, você tem a possibilidade de comprar somente aquilo que se enquadra na característica do pertence estabelecido no consórcio.

Repetindo o que já tínhamos mencionado, se o contrato especifica um imóvel, você poderá optar apenas por esse tipo de propriedade (casa, apartamento ou terreno). Nesse contexto, não há a mínima chance de você poder comprar um carro, uma moto ou um caminhão, por exemplo.

A carta de crédito é isenta de impostos, o que não acontece se o seu montante for transferido para uma conta bancária. Ao segurá-la em mãos, seu poder de compra aumenta — isso sem falar na segurança. Só uma pessoa está liberada a utilizá-la: o solicitante, e mais ninguém.

O que fazer se eu for sorteado antes do término das parcelas?

Apesar de ter sido sorteado, é importante esclarecer que o consorciado deve continuar pagando as mensalidades até completar as parcelas firmadas em contrato.

Quando eu recebo a carta de crédito?

Como já foi dito, a carta de crédito será dada quando você for contemplado para efetuar a compra. Isso pode acontecer a qualquer momento dentro do prazo total das parcelas.

No entanto, a questão a salientar, nesse caso, é que a contemplação acontece durante as assembleias ordinárias do consórcio. Essas assembleias são uma espécie de reunião, em que devem comparecer os representantes da administradora e os cotistas. Elas podem ser mensais, trimestrais ou semestrais, podendo ocorrer de duas formas. Acompanhe!

Lance

Semelhante a um leilão, o lance dá ao participante a chance de antecipar a sua contemplação, sem depender da sorte. Pode ser efetuado pela internet ou presencialmente, mas deve ser feito com algumas horas de antecedência à assembleia.

Em outras palavras, um lance nada mais é do que uma oferta para a antecipação do pagamento. Quando o consórcio for de imóveis, é possível utilizar até mesmo o saldo do FGTS.

Sorteio

Independentemente do número de prestações pagas, os sorteados receberão a carta de crédito com o valor total do plano que adquiriram. Na prática, o sorteio pode ser visto como o definidor da ordem de recebimento do “prêmio”.

O ponto a destacar — e isso é importante saber — é que todos os consorciados serão contemplados até o prazo de término do contrato.

Nos sorteios, as condições de concorrência são iguais — algumas administradoras recorrem à Loteria Federal para a definição dos números sorteados.

As cartas de crédito têm validade?

Se você foi contemplado e a liberação do uso da carta de crédito foi aprovada, é preciso verificar no contrato realizado com a administradora qual é o período máximo para que ela seja utilizada. Geralmente esse período varia de 90 a 190 dias — a depender das políticas da administradora escolhida para a contratação do consórcio.

O prazo funciona como uma proteção para ambas as partes: contratante e contratado. Como a liberação do valor envolve a análise de possíveis restrições no CPF contemplado e a regularização de qualquer problema eventual, o prazo de validade é o que vai garantir que a situação possa ser regularizada.

simule-um-consórcio-de-imóvel

No entanto, ao vencer o prazo, o cotista que foi contemplado não vai perder os créditos. O que acontece é ter que passar pelo processo de liberação novamente — o que, dependendo da atual situação do mercado e da economia, pode reduzir o poder de compra.

É possível comprar uma carta de crédito contemplada?

Para sermos diretos: sim, é possível comprar uma carta de crédito contemplada. Este um procedimento realizado mediante a transferência do contrato do consórcio.

Entretanto, é preciso ter alguns cuidados importantes, que incluem:

  • certificar-se de que a administração do contrato é feita por uma companhia autorizada pelo Banco Central;
  • conferir a ata da contemplação que assegura o consorciado como contemplado;
  • conferir se o pagamento das prestações está em dia;
  • avaliar a declaração da administradora afirmando que as cláusulas vigentes estão de acordo com o contrato apresentado;
  • avaliar se o negócio em si é vantajoso, já que se assumirá o pagamento das parcelas futuras.

Quais são as vantagens de comprar uma carta contemplada?

Para concluir, vale repetir que os consórcios são uma ótima opção para quem está em busca de um investimento sólido e seguro, sem taxas de juros. Esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre a carta de crédito dos consórcios!

Se quiser saber mais e conhecer todas as suas vantagens, entre em contato conosco. Nossa equipe está pronta para atendê-lo e tirar todas as suas dúvidas!

Simulação de Consórcio
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Ler próximos artigos

Consórcio